quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

mulheres (150)


Bar Refaeli

Imbuído no espírito da época

citação (150)

"O trabalho incessante, enorme, irrita e exagera o desejo das riquezas; aferventa o cérebro, sobreexcita a sensibilidade, a população cresce, a concorrência é áspera, as necessidades descomedidas, infinitas as complicações económicas, e aí está sempre entre riscos a vida social. Entre riscos, porque vem a luta dos interesses, a guerra das classes, o assalto das propriedades e por fim as revoluções políticas."  Eça de Queirós

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Inimigo público nº1


O ano de 2012 está a chegar ao fim. Não vou aqui fazer um balanço deste mau ano e talvez seja descabido falar em perspectivas para o incógnito e assustador 2013. Quero somente destacar a personagem que, no meu entender, marcou pela negativa não apenas o ano político mas todo um País no geral. Pensei primeiro no Governo, no seu todo, mas, houve ministros que se destacaram mais que outros pelo "mal" que estão a fazer aos portugueses. Depois pensei em Vítor Gaspar, o verdadeiro e legítimo refundador deste Estado, mas abandonei rapidamente esta hipótese, pois, aquele que mais me causa náuseas, vómitos, repulsa, repugnância, nojo, etc., é sem dúvida Miguel Relvas. Relvas reúne todos as condições e requisitos que preenchem os padrões de uma espécie de inimigo público nº1 deste País, por tudo aquilo que tem feito e tem tentado fazer em prol da dilapidação e da ruína patrimonial e moral do País. O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares encarna ou personifica tudo o que há de pior num político ou governante: mal-formado, palerma, chico-esperto, vigarista, corrupto, mentiroso, anti-patriota... enfim, um lacaio sedento de poder e de dinheiro, um capacho ou um sabujo ao serviço de outros interesses que não os do País que, mesmo antes de chegar ao Governo, já amealhava a antipatia geral dos portugueses.
Dedico a Miguel Relvas um dos meus últimos post´s em 2012. Ele é incontornável! Ele é o meu eleito entre vários tumores malignos que têm de ser removidos desta nação.

nota do autor: Este post fica disponível para triagem e apreciação do gabinete de Miguel Relvas que monitoriza a blogosfera.

mulheres (148)


Monica Bellucci

Beleza austera

citação (148)

"A coragem é a escada por onde sobem as outras virtudes."  Clara Luce

domingo, 16 de dezembro de 2012

Cavaco e o Orçamento


Cavaco Silva tem pouquíssimos dias para mandar o Orçamento de Estado 2013 (que a sociedade portuguesa vetou) para o Tribunal Constitucional para fiscalização. O PR teve tempo mais do que suficiente para tomar uma decisão e a hipótese mais natural (baseado naquilo que se conhece dele) será a promulgação do OE e posterior envio do mesmo para fiscalizações sucessivas. Com esta posição Cavaco Silva não compromete a entrada em vigor do orçamento já para Janeiro de 2013, mas permite que o mesmo possa, eventualmente, ser rectificado pelo TC. 
Cavaco Silva tem duas caras e dois discursos, conforme as circunstâncias. Apesar de apelar ao Governo para ouvir a "voz do povo", o PR não foi sensível aos milhões de apelos que lhe chegaram provenientes da sociedade civil indignada, enganada, esmagada, humilhada, etc., com este monstruoso OE 2013. Cavaco não é arriscado, não compromete e não se compromete, não marca a diferença. Prefere ficar na sombra dos seus conselheiros, e ir contando os dias para acabar o seu segundo mandato, que ficará na história do País como um dos mais medíocres. Fica a pergunta: Temos um homem ou temos um rato em Belém?

[info: Público]

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Epá, poupa-me!


Detesto que me lixem. Então se me estão a lixar e a gozar em simultâneo, com "canções do bandido" ou com paleio de reles vendedor de banha da cobra armados em sacanas desavergonhados, não me resta senão... mandá-los! G´anda malandro, pá!

[info: Público]

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

É o País a andar prá frente!


O passatempo do departamento de comunicação do Hospital de Braga que consiste em espiar as mensagens dos seus funcionários numa rede social é uma actividade completamente pidesca e perversa. Um atentado à liberdade e intimidade das pessoas. Se bem que o FB é um big brother, um enorme canal de informação e espionagem, talvez o mais vasto em todo o mundo. Portanto, as pessoas, quando abrem conta, sujeitam-se às regras. De qualquer forma, é inconcebível num Estado de direito, de democracia e de liberdade!

[info: Público]

mulheres (147)


Laetitia Casta

Miar à lua em Paris

citação (147)

"Palavra puxa palavra, uma ideia traz outra, e assim se faz um livro, um governo, ou uma revolução, alguns dizem que assim é que a natureza compôs as suas espécies."  Machado de Assis

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Este gajo não tem mesmo a noção, pois não?


Em relação à candidatura de Fernando Seara a candidato à Câmara Municipal de Lisboa, onde colheu o imediato apoio de Miguel Relvas, apenas duas coisas a dizer: Se com handicaps pelo facto de ser benfiquista e do PSD já lhe dificultavam a vida, com o apoio incondicional de Relvas a candidatura ficou definitivamente enterrada.
Depois de mais esta entrada à matador, só posso concluir que Relvas quando abre a boca não tem mesmo a noção daquilo que vai sair. É que a juntar aos handicaps de Seara, existem os handicaps de Relvas: a sua popularidade abaixo do nível da água, e o seu fundamentalismo fervoroso pela extinção das freguesias.

nota do autor: Este post fica disponível para triagem e apreciação do gabinete de Miguel Relvas que monitoriza a blogosfera.

[info: Público]

Harmonia perfeita


Para assinalar esta data especial (12/12/12, para quem liga a estas coisas de datas) nada mais perfeito que esta notícia do Governo que anuncia que as indemnizações por despedimento passam para (apenas) "12 dias!"... Conjugação de números perfeita! Quem já conhece este Governo, para um dia especial assim, só podia haver uma surpresa preparada!
Tudo se articula para depois irmos todos bater à porta da "caridadezinha" da madre-missionária Isabel Jonet!

[info: Público]

mulheres (146)


Eliza Sys

Queimando tempo lendo "O Orçamento"

citação (146)

"A estupidez coloca-se na primeira fila para ser vista; a inteligência coloca-se na rectaguarda para ver."  Bertrand Russell

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

"Picar a mula"


Em condições normais não precisávamos da ajuda de três jogadores do Sporting para ganhar o jogo. O Benfica não jogou bem, mas não foi preciso mais para vencer o dérbi. Na primeira parte, os sportinguistas ainda sonharam que nós íamos pagar a crise deles... Mas, depois, foi como bater em mortos. 1-4 ainda eram poucos!

[info: Público]

O capitalismo na sua faceta mais selvagem


A credibilidade das instituições bancárias de renome mundial estão ao mesmo nível que a credibilidade de certos políticos de renome mundial: credibilidade 0!
Não pondo em causa a justiça e a justeza deste caso, não deixa de ser irónico o facto de ser um banco europeu a ter de indemnizar os EUA, quando, por exemplo, o poderoso Goldman Sachs (made in USA) faz negócios à margem das leis, e ao que parece, continua intocável, impune, inalcançável para a justiça americana.

[info: PANORAMA]

[mais info: Público]

domingo, 9 de dezembro de 2012

Clima: Um deserto!


[imagem: Dodo, Ralph Steadman - 2011]

Enquanto os desígnios forem outros (eternos interesses) que não as alarmantes alterações climáticas, pode-se continuar a adiar, a prolongar, sem outras decisões, e sem grandes compromissos dos países mais poluentes. Brinca-se com o tempo... Até quando?... Ontem, já era bastante tarde!

[info: Público]

A sério?!


Como estamos em período natalício e eu quero agarrar uma certa paz, vou dar um desconto às obsessões de Catalina Pestana, e acreditar que é apenas um caso isolado. Tentar interiorizar que os padres, apesar de serem de carne e osso, não sucumbem à tentação, não são uns pervertidos cheios de taras e manias que sodomizam criancinhas (epá, já bastam os que não são padres!). Aquelas histórias que se ouvem da Bélgica à Itália, passando pelo México e Brasil, cruzando terras e mares para aterrar na Austrália, não passam de estórias mal contadas...
Mas não... Extirpar-lhe as gónadas ainda era pouco. Uma emasculação total!

Adenda ao post: O Vaticano devia criar com urgência uma lei de emasculação para os padres. Seria uma medida profiláctica contra potenciais padres pedófilos.

[info: Público]

Sacanagem!


"Obrigatoriedade do Acordo Ortográfico pode ser adiada no Brasil até 2016" - 07/12/2012

"Tá aí o "Carnávau"
Entretanto os Olímpicos
e depois o "Mundiáu"

Mudar o AO
agora!
Virava um "escambáu"!"
[info: Público]

sábado, 8 de dezembro de 2012

Goldman Sachs: Infiltrados na Europa

Excelente. O documentário que passou ontem à noite a partir das 23.37 no canal 2 da RTP, intitulado "Goldman Sachs", e que revela o controle e o poder que esta instituição financeira exerce em todo o mundo. O documentário percorre as ramificações e os tentáculos que este banco tem estendido e solidificado ao longo dos anos. Desde a queda do Lehman Brothers, passando pela manipulação do déficit da Grécia que originou a crise na UE, especulações obscuras, angariamento de clientes para investir em esquemas fraudulentos para obter lucros elevadíssimos, até à imposição de elementos-chave (que fizeram carreira no banco) em cargos influentes e determinantes dentro dos países da União Europeia e no BCE, ex: Mario Draghi, Mario Monti, Romano Prodi, António Borges, etc, etc... E existe muito mais neste documentário que é abundante em revelar os negócios deste banco de investimento que, segundo alguns, governa o mundo.
O Goldman Sachs é uma casta de banqueiros, economistas e políticos que conseguiu alargar os seus tentáculos à Europa e influenciar as políticas de economia da União Europeia. Uma reportagem que urge em ser vista...


Goldman Sachs (versão original)

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

O cão danado foi lixado!


Quando um nome como o de Medina Carreira (um ilustre e incómodo "paineleiro televiso", crítico austero e incisivo deste e do anterior Governo) surge associado por razões menos boas ao caso Monte Branco, fica-se quase sem reacção perante esta ligação improvável. É uma notícia de choque, sensacionalista. Fica a pergunta: Quem (ou quantos) é que Medina Carreira atrapalhou desta vez para agora o quererem tramar?...

[info: Público]

mulheres (145)


Scarlett Johansson

Look deeply inside!

citação (145)

"Uma boa gargalhada é o melhor pesticida que existe."  Vladimir Nabokov

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Strenge und disziplin?!


Que efeitos é que vamos sentir? E haverão mais réplicas noutras instituições? No berço do país que nos suporta e patrocina. No bastião do rigor e disciplina!

[info: Público]

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Ah, Ah, Ah, Ah!!!!


O Índice de Percepção da Corrupção coloca Portugal na 33ª posição, segundo a Transparência Internacional (IT). O IT diz que o país visto de fora é... moderadamente corrupto. Não sei em que "conteúdos" esta ONG se baseia, mas visto (cá) de dentro, no terreno, o panorama português é bem mais sombrio... a (nossa) percepção é diferente. Eu que julgava que estávamos assim ao nível dos países da américa latina! Apesar de tudo, só espero que este estudo não dê largas para que uns quantos se habilitem a fazer o País subir novamente no ranking!

[info: Público]

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Passos, Relvas & negociatas associadas


Quando Relvas começou a trocar as mãos pelos pés, a dar barraca atrás de barraca com os vários casos que se conhecem e que não vale a pena aqui enumerar, na altura, estranhei a posição de Passos Coelho. Manteve sempre a confiança no seu ministro e afirmou-o uma vez num comunicado lacónico a quem o quis ouvir, sem pestanejar. Ou seja, protegeu-o sempre de uma eventual e mais que natural demissão. Entretanto, começaram a surgir rumores de que o primeiro-ministro não demitia Relvas porque lhe devia favores relativos a negócios do passado. Algumas investigações depois e surge o nome Tecnoforma associado a Passos Coelho e a Relvas, que, se ainda houvessem dúvidas residuais sobre o encobrimento e as negociatas que ambos proporcionavam um ao outro, nessa altura elas desvaneceram-se por completo e puseram a nu um envolvimento quase ancestral destas duas personagens, e que explica o injustificado facto de Relvas se tratar de um protégé Passos Coelho, tal como o primeiro-ministro o deve ter sido no passado para Relvas. Não é importante aquilatar qual dos dois deve mais favores ao outro. Importante é que, nesta relação, sempre existiu favorecimentos, influências e protecções em prol de prestações sujas e obscuras, a fazer lembrar um bocado a relação prostituta-proxeneta. 
A lição que Passos Coelho poderá tirar é de que os favores não se oferecem, não são de borla. Mais tarde ou mais cedo, pagam-se. E por vezes bem caro!

[info: Público]

Papa no Twitter: reis magos eram ibéricos!


Se se aprofundar mais o "fenómeno" talvez se venha descobrir que Gaspar tinha residência oficial (com garagem para o camelo) em Freixo de Espada à Cinta.

mulheres (144)


Laetitia Casta

Femme fatale

citação (144)

"É um estranho desejo, desejar o poder e perder a liberdade."  Francis Bacon

sábado, 1 de dezembro de 2012

A eterna K7


Fotomontagem? Sabotagem? Não! Um instantâneo no Congresso do PCP... de Alberto Frias, Expresso. 

Um mau exemplo!


António Borges e as privatizações: O consultor do Governo para as privatizações deve achar Portugal um imenso paraíso low-cost.

Um exemplo!


Sentido de Estado. Patriotismo!

[info: Público]

mulheres (143)


Lara Stone

Azul ebrifestante

citação (143)

"O pessimismo é uma defesa contra a desilusão"  José Cardoso Pires

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Passos Coelho, Vítor Gaspar & os outros


Já me referi neste blogue, em post´s anteriores, que este Governo sofre de autismo e que não quer saber dos portugueses para nada. Enfim, estamos entregues a um bando de lunáticos e mentecaptos. Não tenho absolutamente nada a dizer sobre a entrevista do primeiro-ministro a um canal de televisão, há cerca de dois dias. Ele, não deu qualquer novidade ao País (exceptuando mais uma ideia megalómana que começa a efervescer talvez na cabeça de Gaspar, essa de se começar a pagar propinas no ensino secundário, o que é "manifestamente inconstitucional" segundo um constitucionalista). Não vale a pena acrescentar que Passos Coelho e seus partenaires já não têm condições para continuar com este circo, pois já o disse há muito tempo, também em post´s anteriores. 
Após a entrevista e um pouco mais tarde, assisti noutro canal serem entrevistados Clara Ferreira Alves e Miguel Sousa Tavares que comentavam a dita entrevista do primeiro-ministro. Também sem dizerem nada de novo, disseram tudo. E em apenas uma frase, Sousa Tavares designou muito bem aquilo em que estamos metidos: "Nós (País) somos a tese de doutoramento académico de Vítor Gaspar".
O que é que (nós) os portugueses têm de fazer?

mulheres (142)


Laetitia Casta

Potência e protuberância!

citação (142)

"Um homem deve ter pelo menos dois vícios. Um só é demasiado."  Bertolt Brecht

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Apocalipse (orçamental) 2013


Pronto. O Orçamento de Estado 2013 foi aprovado pela maioria PSD/CDS. Mesmo com "riscos e incertezas", segundo Vítor Gaspar, e mesmo com o "amigo" Jean Claude Juncker a dar uma ajuda mostrando uma luz ao fundo do túnel, de alguma esperança, que aliviasse um pouco a austeridade que se abateu por cá. Mas não, não havia tempo para voltar atrás e rectificar e ajustar as coisas de uma forma mais justa para que se atenuasse um pouco aquilo que vem por aí, muito brevemente. Os tipos estavam cheios de pressa para fazer aprovar o orçamento mais duro e teso da história da democracia deste País. Ficou tudo muito ordinário e vergonhoso. Já se fala na ida de deputados piegas até ao Tribunal Constitucional fazer queixinhas do OE 2013. Mas, creio que agora está tudo no punho de Cavaco Silva, e, ou muito me engano, este vai assinar de cruz, claro está, depois de muita "ponderação" e de analisar tudo com um "critério muito cuidadoso". 

Resta-me então apenas deixar a lista dos executores da Nação:

Abel Baptista (Viana do Castelo, CDS-PP), Adão Silva (Bragança, PSD), Adolfo Mesquita Nunes (Lisboa, CDS-PP), Adriano Rafael Moreira (Porto, PSD), Afonso Oliveira (Porto, PSD), Altino Bessa (Braga, CDS-PP), Amadeu Soares Albergaria (Aveiro, PSD), Ana Oliveira (Coimbra, PSD), Ana Sofia Bettencourt (Lisboa, PSD), Andreia Neto (Porto, PSD), Ângela Guerra (Guarda, PSD), António Leitão Amaro (Lisboa, PSD), António Prôa (Lisboa, PSD), António Rodrigues (Lisboa, PSD), Arménio Santos (Viseu, PSD), Artur Rêgo (Faro, CDS-PP), Assunção Esteves (Lisboa, PSD), Bruno Coimbra (Aveiro, PSD), Bruno Vitorino (Setúbal, PSD), Carina Oliveira (Santarém, PSD), Carla Rodrigues (Aveiro, PSD), Carlos Abreu Amorim (Viana do Castelo, PSD), Carlos Alberto Gonçalves (Europa, PSD), Carlos Costa Neves (Castelo Branco, PSD), Carlos Páscoa Gonçalves (Fora da Europa, PSD), Carlos Peixoto (Guarda, PSD), Carlos Santos Silva (Lisboa, PSD), Carlos São Martinho (Castelo Branco, PSD), Clara Marques Mendes (Braga, PSD), Cláudia Monteiro de Aguiar (Madeira, PSD), Conceição Bessa Ruão (Porto, PSD), Correia de Jesus (Madeira, PSD), Couto dos Santos (Aveiro, PSD), Cristóvão Crespo (Portalegre, PSD), Cristóvão Norte (Faro, PSD), Cristóvão Simão Ribeiro (Porto, PSD), Duarte Marques (Santarém, PSD), Duarte Pacheco (Lisboa, PSD), Eduardo Teixeira (Viana do Castelo, PSD), Elsa Cordeiro (Faro, PSD), Emídio Guerreiro (Braga, PSD), Emília Santos (Porto, PSD), Fernando Marques (Leiria, PSD), Fernando Negrão (Braga, PSD), Fernando Virgílio Macedo (Porto, PSD), Francisca Almeida (Braga, PSD), Graça Mota (Braga, PSD), Guilherme Silva (Madeira, PSD), Hélder Amaral (Viseu, CDS-PP), Hélder Sousa Silva (Lisboa, PSD), Hugo Lopes Soares (Braga, PSD), Hugo Velosa (Madeira, PSD), Inês Teotónio Pereira (Lisboa, CDS-PP), Isabel Galriça Neto (Lisboa, CDS-PP), Isilda Aguincha (Santarém, PSD), Joana Barata Lopes (Lisboa, PSD), João Figueiredo (Viseu, PSD), João Gonçalves Pereira (Lisboa, CDS-PP), João Lobo (Braga, PSD), João Paulo Viegas (Setúbal, CDS-PP), João Pinho de Almeida (Porto, CDS-PP), João Prata (Guarda, PSD), João Rebelo (Lisboa, CDS-PP), João Serpa Oliva (Coimbra, CDS-PP), Joaquim Ponte (Açores, PSD), Jorge Paulo Oliveira (Braga, PSD), José de Matos Correia (Lisboa, PSD), José de Matos Rosa (Lisboa, PSD), José Lino Ramos (Lisboa, CDS-PP), José Manuel Canavarro (Coimbra, PSD), José Ribeiro e Castro (Porto, CDS-PP), Laura Esperança (Leiria, PSD), Lídia Bulcão (Açores, PSD), Luís Campos Ferreira (Porto, PSD), Luís Leite Ramos (Vila Real, PSD), Luís Menezes (Porto, PSD), Luís Montenegro (Aveiro, PSD), Luís Pedro Pimentel (Vila Real, PSD), Luís Vales (Porto, PSD), Manuel Isaac (Leiria, CDS-PP), Margarida Almeida (Porto, PSD), Margarida Neto (Santarém, CDS-PP), Maria Conceição Pereira (Leiria, PSD), Maria da Conceição Caldeira (Lisboa, PSD), Maria das Mercês Borges (Setúbal, PSD), Maria João Ávila (Fora da Europa, PSD), Maria José Castelo Branco (Porto, PSD), Maria José Moreno (Bragança, PSD), Maria Manuela Tender (Vila Real, PSD), Maria Paula Cardoso (Aveiro, PSD), Mário Magalhães (Porto, PSD), Mário Simões (Beja, PSD), Maurício Marques (Coimbra, PSD), Mendes Bota (Faro, PSD), Michael Seufert (Porto, CDS-PP), Miguel Frasquilho (Porto, PSD), Miguel Santos (Porto, PSD), Mónica Ferro (Lisboa, PSD), Mota Amaral (Açores, PSD), Nilza de Sena (Coimbra, PSD), Nuno Encarnação (Coimbra, PSD), Nuno Filipe Matias (Setúbal, PSD), Nuno Magalhães (Setúbal, CDS-PP), Nuno Reis (Braga, PSD), Nuno Serra (Santarém, PSD), Odete Silva (Lisboa, PSD), Paulo Batista Santos (Leiria, PSD), Paulo Cavaleiro (Aveiro, PSD), Paulo Mota Pinto (Lisboa, PSD), Paulo Rios de Oliveira (Porto, PSD), Paulo Simões Ribeiro (Setúbal, PSD), Pedro Alves (Viseu, PSD), Pedro do Ó Ramos (Setúbal, PSD), Pedro Lynce (Évora, PSD), Pedro Pimpão (Leiria, PSD), Pedro Pinto (Lisboa, PSD), Pedro Roque (Faro, PSD), Raúl de Almeida (Aveiro, CDS-PP), Ricardo Baptista Leite (Lisboa, PSD), Rosa Arezes (Viana do Castelo, PSD), Sérgio Azevedo (Lisboa, PSD), Telmo Correia (Braga, CDS-PP), Teresa Anjinho (Aveiro, CDS-PP), Teresa Caeiro (Lisboa, CDS-PP), Teresa Costa Santos (Viseu, PSD), Teresa Leal Coelho (Porto, PSD), Ulisses Pereira (Aveiro, PSD), Valter Ribeiro (Leiria, PSD), Vasco Cunha (Santarém, PSD), Vera Rodrigues (Porto, CDS-PP).


[mais info: Público]

mulheres (140)


Kate Winslet

Espelho meu... espelho meu...

citação (140)

"O orgulho é igual à humildade: é sempre mentira."  Georges Bataille

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

domingo, 25 de novembro de 2012

The walking dead


Cavaco Silva resolveu aparecer e falar. E até falou de mais! Num curto espaço de dois dias teve duas intervenções que eu, que até o criticava por não falar, fiquei perplexo e a pensar que mais valia Cavaco ficar encerrado no Palácio de Belém e estar caladinho. Se num dia falou acerca de "estigmas" e acusou os portugueses de esquecerem "o mar", "a agricultura" e "a indústria", onde eu apenas posso concluir que o Presidente da República sofre da doença de alzheimer (já se esqueceu que ele próprio foi um grande dinamizador e impulsionador da destruição destes sectores da economia do País). No dia seguinte, numa cerimónia de entrega de prémios a jornalistas, Cavaco teve um discurso desfasado do contexto em que se inseria. Talvez tenha, momentaneamente, sido afectado por uma crise mais aguda da doença degenerativa. Se para a imprensa em geral, que devia estar ainda atordoada e embevecida com a presença do PR, Cavaco foi "irónico", para nosotros, Cavaco teve uma intervenção completamente descabida, própria de quem está ressentido, ferido no orgulho e aborrecido com as críticas de que tem sido alvo por parte dos portugueses... Cavaco Silva tem de aprender a lidar com isso.

[info: Público]

[mais info: Público]

Catalunha: Separatismo e Independência?





Mais de cinco milhões de catalães votam hoje nas eleições regionais para eleger um novo parlamento da Catalunha e um novo presidente da Generalitat. Depois disto, e a apostar na leitura das sondagens, segue-se a convocatória de um referendo sobre a independência da região.

[info: Público]

mulheres (138)


Bianca Balti

Ler faz bem à alma... e ao corpo!

citação (138)

"O céu só raramente faz nascer ao mesmo tempo o homem que quer e o homem que pode."  François Chateaubriand

sábado, 24 de novembro de 2012

Se não é da doença é do remédio!


Já sabemos que milhares de crianças em idade escolar passam privações alimentares ou fome nas escolas deste País. Também sabemos que a qualidade alimentar nas cantinas das escolas (e onde, estranhamente, a ASAE não chega) é de uma pobreza gritante, sobretudo depois de a confecção dos alimentos ter sido entregue a empresas privadas, há já alguns anos. Portanto, de tempos a tempos, ouvimos ou lemos notícias de intoxicações alimentares em estabelecimentos escolares, onde as vítimas são sempre as crianças!

[info: Público]

mulheres (137)


Rachel Weisz

She
Maybe the face I can't forget.
A trace of pleasure or regret
Maybe my treasure or the price I have to pay...

She
Maybe the beauty or the beast.
Maybe the famine or the feast.
May turn each day into a heaven or a hell...

She maybe the love that cannot hope to last
May come to me from shadows of the past.
That I'll remember till the day I die...



(música: Elvis Costello; letra: She)





citação (137)

"As convenções acabam por modelar os seres humanos."  Marguerite Yourcenar

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Uma obra à "engenheiro" Sócrates

 
"Um prédio numa auto-estrada recentemente inaugurada"
 
A China resistente ao desenvolvimento e ao progresso. Um "mamarracho" a fazer recordar as célebres obras de engenharia de José Sócrates!

Cheira mesmo a fascismo!


Apesar destas manobras mais emporcalhadas deste Estado cada vez menos democrático, a luta há-de continuar até este Governo cair!

[info: Público]

mulheres (136)



Toni Garrn

Contemplando...

citação (136)

"Estamos numa situação em que uma democracia que, segundo a definição antiga, é o governo do povo, para o povo e pelo povo, nessa democracia precisamente está ausente o povo."  José Saramago

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Cheira mesmo a Estado Novo!


Da maneira como as coisas estão ou da forma como as coisas são e estão montadas, a demissão de Nuno Santos da RTP (depois da PSP ter pedido ao canal estatal que lhe facultassem imagens em "bruto" da carga policial de 14 de Novembro, e a consequente visualização por parte de entidades externas dessas mesmas imagens) não terá qualquer importância. Em breve será esquecido. Resta saber se se vai conhecer alguma vez qual ou quais as verdadeiras razões desta inútil demissão, sem efeitos.
Miguel Relvas já teve a necessidade de se justificar dizendo que nem ele nem Miguel Macedo tiveram relação com este caso.
Mas é certo que estas estórias rocambolescas, estas politiquices medonhas fermentam um cheiro nauseabundo a outros tempos!

[info: Público]

mulheres (135)


Raquel Henriques

Porto de abrigo, porto seguro

citação (135)

"A censura é o imposto da inveja sobre o mérito."  Laurence Sterne

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Ódio eterno...


No conflito israelo-árabe existe uma intolerância religiosa alimentada por extremistas e radicais que descamba ciclicamente em conflitos político-militares, com destaque para a guerra com a Palestina, e que origina mortes de inocentes de ambos os lados, em especial de crianças. Não há dúvidas de que existe um ódio permanente desde a criação do estado judaico em pleno território árabe, os chamados territórios ocupados. A meu ver não há vítimas nesta guerra, ambas as partes são culpadas daquilo que fazem uma à outra. Quando há um cessar-fogo e vem (aparentemente) uma paz, ela é intermitente, é uma paz podre.

[info: Público]

Desmistificando a "coisa"


Mais um livro para adicionar ao meu rol de leituras obrigatórias. Acho a sinopse bastante interessante... Não tanto pelo facto de Maria continuar eternamente virgem, mas antes pela relevância de que afinal não havia burro nem vaca no presépio!... Talvez um dia, se chegue à conclusão que afinal Maria não poderia ser mesmo virgem. E ainda vou mais longe: talvez também não houvessem ovelhas junto das palhas do menino. Naquele tempo houve um grave surto de scrapie que vitimou todas as ovelhas de Bethlehem.

[info: Público]

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Nos States é sempre tudo muito estranho


O que não deixa de ser curioso é o facto de uma universidade norte-americana (Harvard) estar associada às preocupações da Human Rights Watch. Num país pouco coerente, contraditório, dissonante como os Estados Unidos da América (que ainda há poucos dias votou, a par de outros países como a China, Japão. Índia, Síria, contra a abolição da pena capital) que dão total cobertura a um programa de guerra levado a cabo pela agência de espionagem CIA (que não está limitada nas suas acções às leis da guerra), que inclui os drones (aviões não tripulados) é, no mínimo, estranho. Passar da ficção para a realidade é um pequeno instante, bastante preocupante. Quando se tenta a proibição preventiva de robôs de guerra (assassinos) antevendo a sua criação, é uma excelente ideia... mas com muitas reservas e reticências, sobretudo quando existe qualquer coisa americana metida ao barulho. 

[info: Público]